Terça, 12 Março 2013 19:26

Traje do Noivo, Pais e Padrinhos

Avalie este item
(6 votos)

Sendo o astro da festa e não menos importante que a noiva, o noivo deve estar atento na escolha do traje ideal para o dia do casamento, levando em conta para tal escolha, horário e local, grau de formalidade, o seu tipo físico e o estilo escolhido sendo tradicional ou moderno.

 

É importante que os padrinhos estejam em completa harmonia quanto aos trajes sendo ideal que o noivo se diferencie mesmo que de forma discreta. Os pais geralmente acompanham o mesmo tipo de traje usado pelos padrinhos, mas também podem se diferenciar se for o desejo dos noivos. O que não pode ocorrer é os pais ou padrinhos estarem com um traje mais sofisticado que o do noivo.

Para evitar confusões e garantir a elegância no altar, é importante a padronização dos padrinhos havendo o consenso entre eles e o noivo para que os trajes sejam de uma única loja. É também importantíssimo fazer a escolha da loja com bastante cautela, buscando profissionais competentes que saibam orientar cada caso, avaliando também o estado das roupas no caso de aluguel como, por exemplo, higienização das peças e detalhes das costuras. uanto à cor, o preto e chumbo são bem vindos em qualquer horário. Já se o casamento for pela manhã e o noivo preferir usar uma cor mais suave poderá optar por tons de bege e cinza (desde que combine com seu tom de pele). O branco, embora seja bonito, segundo a maioria dos profissionais no assunto, deve ser a cor exclusiva da noiva (mas se for um casamento napraia o terno branco cai muito bem). Se o casamento for realizado à tarde, pode-se optar pelo cinza e marinho e à noite é fundamental que seja cor escura (preto/chumbo/grafite).

Os trajes comumente indicados são ternos para os casamentos informais, embora se, for “o terno”, o noivo estará sempre elegante independente do grau de formalidade, o meio fraque e fraque para casamentos formais e acasaca e smoking que são bastante luxuosos para casamentos extremamente formais ou importantes. As túnicas e atuais fraquetestambém são opções bastante aceitas pelos noivos. Sendo assim, o noivo poderá diferenciar-se de forma tradicional ou bastante exclusiva, desde que faça a opção que mais combinar com ele e o que pede a ocasião. Do terno a casaca, é importantíssimo que a roupa tenha um tecido nobre com corte e caimento perfeitos.

Se a opção for terno, deve-se usar a calça e o paletó da mesma cor sendo interessante que faça também o uso do colete tornando-se mais sofisticado. É muito comum vermos principalmente em filmes americanos o noivo e padrinhos usando ternos com coletes em tecido e cor diferente do terno, acompanhando a gravata como ilustrado acima, que não deixa de ser uma boa opção para um casamento no campo realizado de manhã! O terno é um traje indicado para qualquer horário e estação. O meio fraque é bastante parecido com um terno normal, trata-se do paletó preto ou chumbo, calça riscada, camisa branca, colete e gravata tradicional cinza claro/prata. É uma opção muito viável para os padrinhos onde o noivo pode se destacar optando pelo fraque. Tanto o fraque como o meio fraque embora sejam indicados para uso diurno segundo sua origem (Inglaterra – morning coat), aqui no Brasil são mais indicados para casamentos noturnos, segundo profissionais no assunto. O fraque também possui o paletó chumbo ou preto, porém, mais curto na frente se estendendo sem corte para uma cauda acentuada o que o torna mais elegante que o meio fraque, a calça riscada cinza e preto, camisa branca, colete e gravata plastron (amarrada como um lenço e alfinete-pérola) ou tradicional (se preferir) na cor cinza/prata. Fugindo um pouquinho do tradicional, o noivo também pode optar pela gravata e colete brancos… O fraque apenas não é indicado se o noivo for muito baixinho sendo melhor nesse caso optar pelo meio fraque citado acima ou fraquete (o fraque mais curto) favorecendo sua altura. Vale ressaltar que o fraque também pode se apresentar todo preto (calça sem riscas) e observei que o mesmo é chamado por alguns profissionais simplesmente como “fraque preto” e por outros chamado também de fraquete. O smoking trata-se tradicionalmente do paletó preto de 1 botão, com detalhes em cetim ou seda nas lapelas, calça também preta, camisa branca plissada, gravata borboleta e faixa. Nesse formato é muito utilizado em festas de gala. No caso para noivos pode-se optar pelos modelos de 2 ou 3 botões com gravata plastron ou tradicional e colete nas cores prata ou branco ficando extremamente charmoso para a ocasião. A casaca é um traje bastante luxuoso que deve ser usado apenas a noite e em casamentos ultra formais e muita pompa como dito anteriormente. Possui o paletó tradicionalmente com 3 botões de cada lado, curto na frente ficando na altura da cintura e longa cauda bipartida, camisa branca, gravata borboleta e faixa brancas (white tie). As túnicas podem se apresentar em diferentes modelos e cores , podendo ter ou não golas, sendo totalmente fechadas estilo indiano ou mais abertas mostrando a gravata, golas com recortes diferenciados, podendo usar com ou sem coletes. Uma característica marcante na túnica é o comprimento do paletó, sendo mais longo e por isso, assim como o fraque não é uma boa opção para noivos mais baixos. Trata-se de um traje que segue uma linha mais moderna e bastante flexível em relação a grau de formalidade. Independente do traje escolhido, dê preferência para camisa branca, assim, não corre o risco de errar e é garantia de elegância, além de serem obrigatórias dependendo do tipo de traje escolhido como especificados acima.

Sapatos de pelica ou verniz e com solado de couro são os ideais. Não esquecendo obviamente de serem bastante confortáveis. A cor do sapato dependerá da cor do traje sendo o preto a melhor opção quando a roupa for preta, cinza, chumbo ou marinho. Já se estiver vestido com tons de bege é melhor o sapato marrom (café). Quanto as meias, sempre da mesma cor do sapato, simples assim!

A flor na lapela é um detalhe que faz a diferença! Dá um toque de charme e, digamos que deixa o homem com mais cara de noivo… Se os padrinhos e pais também usarem a flor, o noivo pode optar por uma cor diferente. Como exemplo, os padrinhos podem usar cravo vermelho e o noivo o tradicional cravo branco. O noivo também pode usar a flor da cor do buque da noiva. As flores mais indicadas são o tradicional cravo branco ou outra cor se preferir, (abaixo na matéria, foto do piloto Felipe Massa com cravo vermelho) o denphal (mini orquídea branca) que fica lindíssimo, ou outro tipo de orquídea como a cymbidium ou phalaenopsis, a rosa, preferida dos americanos, a astromélia bastante delicada, a flor angélica e a flor de laranjeira que são belíssimas e perfumadas apenas não indicadas se o noivo tiver alergia… A flor ideal também pode ser aquela preferida do noivo ou romanticamente da noiva. Vale lembrar que dependendo da delicadeza da flor o noivo deve ter cuidado com “abraços calorosos” antes da cerimônia, para não amassá-la! Se usar a flor na lapela dispense o lenço no bolso e vice-versa.

Já que estamos falando de detalhes importantes, o noivo deve lembrar (e para isso estamos aqui!) de levar uma caneta bonita, a qual não precisa ser de marca, apenas para fugir daquelas que usamos em nosso dia a dia que não fica legal usá-las em uma data tão especial.

Por último queridos noivos, é importante frizar que no dia do seu casamento você deve estar elegante e à vontade com o traje escolhido, não deixando para escolher na última hora, com pressa e sem a atenção merecida.

                                                               

 

Ler 253195 vezes Última modificação em Sexta, 15 Março 2013 18:36